(73) 991 66 05 02

NO AR

1º Jornal - Ed Santos

www.itirucufm.com.br

Brasil

Itiruçu: Câmara autoriza prefeitura obter empréstimos para “calçamentos”

Publicada em 18/06/19 as 11:45h por ITIRUÇU FM - 43 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: ITIRUÇU FM )

A Câmara de Vereadores de Itiruçu autorizou por 7 votos a 2, que a prefeitura possa realizar empréstimos no valor de até 1 milhão de reais, junto ao DESEMBAHIA, órgão de fomento do governo estadual.

A maneira como o município pagará essas dividas é referente as garantias de receitas oriundas do ICMS e Fundo de Participação dos Municípios – FPM. As solicitações de financiamentos aos projetos municipais que forem apresentadas à DESEMBAHIA não é algo instantâneo e além de ser aprovado pela câmara será analisado pelo órgão do estado se o município terá capacidade de pagamento, se há limite de endividamento e qual o impacto econômico e social dos projetos no município. 

A justificativa é que o dinheiro será investido em calçamento, infraestrutura e saneamento.

As faces na política:

Essa não é a primeira vez que o município tenta ou obtêm permissão para empréstimo dessa natureza. Na gestão do ex-prefeito Carlinhos (PT) houve uma tentativa que foi barrada pela Câmara de Vereadores de maioria opositora, alegando que o dinheiro na época seria usado para fins políticos e não para calçamentos. Porém o grupo opositor ao ex prefeito petista saiu vitorioso em 2012 passando a ser situacionistas a partir de 2013 e aprovaram o empréstimo antes rejeitado já na gestão do ex prefeito Wagner Novaes (PSDB) em 6 de outubro de 2014, com a lei 191, momento aquele em que o psdbista ainda tinha maioria na câmara, mas contou com votos de apoio da maioria oposicionista. Por alguns entraves burocrático, o empréstimo sobre a justificativa de ser destinado a pavimentação a paralelepípedos só saiu em 2017, já na gestão da atual prefeita Lorenna (PRB). De fato, várias ruas na cidade foram calçadas com os recursos deste empréstimo aprovado.

Na atualidade (assim como no passado) alegando dificuldades de conseguir emendas parlamentares dado a vários cortes e contingenciamento do governo federal, a atual prefeita voltou a recorrer ao método no intuito de concluir ruas que ainda não são pavimentadas.

A oposição atual que foi favorável em 2014 nos 2 milhões, voltou a se posicionar contra, agora com argumentos de que o município irá se endividar de maneira que não poderá arcar com os compromissos. Argumentos que é negado pelos situacionistas.

Com relação ao empréstimo: Em 2011 na gestão de Carlinhos, a câmara com maioria opositora rejeita. Em 2014 com Wagner, câmara com maioria situacionista aprova. Em 2019 com Lorenna, maioria situacionista também aprova. O que chama a atenção é que muitos vereadores hoje não são os do passado, porém se tratando de grupos, as posição não são coerentes pois quando são situação defendem, quando oposição são contra.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

LIGUE E PARTICIPE

(73) 3538-1212

Copyright (c) 2019 - ITIRUÇU FM